Histórico:

- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 12/08/2012 a 18/08/2012
- 08/07/2012 a 14/07/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 09/10/2011 a 15/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 15/08/2010 a 21/08/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 14/06/2009 a 20/06/2009
- 31/05/2009 a 06/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 01/02/2009 a 07/02/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 12/10/2008 a 18/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 23/09/2007 a 29/09/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 15/01/2006 a 21/01/2006
- 01/01/2006 a 07/01/2006
- 18/12/2005 a 24/12/2005
- 11/12/2005 a 17/12/2005
- 27/11/2005 a 03/12/2005
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 10/07/2005 a 16/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 05/06/2005 a 11/06/2005
- 22/05/2005 a 28/05/2005
- 15/05/2005 a 21/05/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 01/05/2005 a 07/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 17/04/2005 a 23/04/2005
- 10/04/2005 a 16/04/2005
- 27/03/2005 a 02/04/2005
- 20/03/2005 a 26/03/2005
- 13/03/2005 a 19/03/2005
- 27/02/2005 a 05/03/2005
- 13/02/2005 a 19/02/2005
- 06/02/2005 a 12/02/2005
- 09/01/2005 a 15/01/2005
- 12/12/2004 a 18/12/2004



Textos e Poesias:

- Perfil
- Trilogia sobre a arte de dar
- Queria ter dado, mas tenho namorado
- Queria ter dado, mas ele era casado
- Mulher Alface / Mulher Rúcula / Mulher Quiabo
- Sobre 2004...
- Bon Jovi
- Bono Vox
- Sílvio Santos - Antológica
- A mãe do Spielberg
- Plantão na porta do Jassa
- Homem Satélite / Homem Mosca / Homem PF
- Anorexia
- Cor de carne ou cor de carmim?
- Tudo por ela
- Desabafo
- Ainda bem que eu não dei... mesmo!
- Manual de etiqueta para sexo casual
- Obrigada
- Quase...
- Renato Chauí
- Não Provoque, é cor de rosa shock
- Tocar o sonho...
- É tão bom... Paquitas forever
- Manifesto
- O importante é que emoções eu vivi
- Sobre 2005
- Eu sigo ímpar
- I Still Haven't Found What I'm Looking For
- Ah, Noronha!
- Rádio FX
- Querido Brad
- QUE MERDA QUE EU DEI...
- FACA
- MULHER ALFACE - CLIPE TOSCO



Indique esse Blog


Contador:


2008 foi um ano de muitas sementes plantadas, experiências vividas, algumas realizações,  porradas, frustrações, enganos, mas decididamente,  um grande aprendizado. Passei a virada no Rio, apesar de muitos amigos queridos estarem em São Paulo. É que pra mim, é inconcebível não pisar na areia nem sentir o mar no ano novo. Preciso lavar a alma, deixar o mar levar embora a energia acumulada e zerar.

O Rio continua lindo, mas estava muuuito cheio. Os fogos em Copacabana estavam bonitos,  mas nada de muito especial. Muita gente, muitos gringos, malandros, bêbados, turistas, socialites. Uma energia muito misturada. A simpatia do carioca é diretamente proporcional à malandragem. Imaginem vocês que para deixar o carro num estacionamento qualquer de Copacabana na noite do reveillon, o preço era de 150 reais. Sem negociação. Sem noção...

Depois de uma semana incrível com meu irmão, sobrinha e amigos num AP em Copacabana, resolvi ir com meu melhor amigo Joe para um albergue em Ipanema. Sim, um albergue em Ipanema, a uma quadra na praia. O lugar é lindo, uma casa ampla, uma delícia. Eu tinha me esquecido de como era um albergue... Quartos coletivos, super limpos, com gente roncando e chegando no meio da madrugada, fazendo barulho e acendendo a luz. OK, espírito esportivo, ou melhor, aventureiro. As pessoas que estavam ali, eram gringas na sua maioria: australianos, canadenses, ingleses, argentinos. Alguns bem legais, outros bem malas. Às vezes, era só descobrirem que eu era brasileira e falava inglês para pedir ajuda para comprar máquina fotográfica, dicas de turismo (que praias deveriam conhecer em Florianópolis ou Parati) ou perguntar o que pra fazer em São Paulo. O caso é que eu estava de férias. Queria ir do albergue para a praia e da praia para o albergue. Ler meus livros, ouvir música e pensar na vida, ou não pensar em nada. Sem interagir, ou interagir bem pouco, com quem realmente valesse a pena.

E lá vinham eles interromper meus momentos de música e paz, se convidavam para sentar, e começavam a puxar conversa. Eu sei que numa viagem, ainda mais de mochila, o espírito é esse, mas acho que, cada vez menos, as pessoas não sabem ficar sozinhas. Ou não querem. Tem medo de se conhecer. Essa carência me assusta, e às vezes me irrita. Não quero ser um bicho do mato e não ter relação com as pessoas, mas eu acho que amizades acontecem, não se forçam. Lembro que na Índia, há uns 2 anos, viajei quase um mês sozinha porque simplesmente não conheci ninguém. E olha que ficava em lugares (albergues, guest houses) com gente do mundo inteiro. Mas não aconteceu de ficar amiga de alguém. Acho uma forçação chegar em alguém e falar “Oi, estou sozinha aqui, posso ficar com vocês?” Ora, se o universo não se encarregou de fazer você trombar em alguém enquanto esperava um trem para algum lugar, é por algum motivo. Se conheça, se vire, se cuide, se goste. Quando você menos esperar, e do jeito que você menos esperar, vai conhecer gente bacana.

O que eu sinto às vezes é uma ansiedade acima do normal, uma pressa de ficar super amigo super rápido. Cria-se uma intimidade que não existe, é falsa. Incomoda. Tudo é muito superficial, um desperdício de energia. As pessoas podiam respeitar quando você não está afim de conversa, está com um fone no ouvido, por exemplo, ou lendo um livro. Chega um ponto que o desespero é tanto que nem isso elas respeitam. Interrompem sem ao menos sentir o que há do outro lado. Lógico que existem exceções, momentos, lugares, encontros. Mas os dois lados tem que estar abertos a isso. Aí acontece. E é incrível!!! Amizade, paixão, sintonia, verdade, vontade. A paz não está nos outros, está em você.

FELIZ 2009!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Continua lindo....

Copacabana 2009

AMO!!! Bubú, Sé (sobrinha e irmão) e as rosas para o mar...

No albergue: desacreditando nos trajes

Momento de interação no albergue

com Joe na praia

Ê, vida mais ou menos....

FELIZ 2009!!!!!!!!!!!!!!!

Amor, verdade e sintonia, sempre!!!



Escrito por Dani Mel às 19h57
[ ] [ envie esta mensagem ]