Histórico:

- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 12/08/2012 a 18/08/2012
- 08/07/2012 a 14/07/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 09/10/2011 a 15/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 15/08/2010 a 21/08/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 14/06/2009 a 20/06/2009
- 31/05/2009 a 06/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 01/02/2009 a 07/02/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 12/10/2008 a 18/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 23/09/2007 a 29/09/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 15/01/2006 a 21/01/2006
- 01/01/2006 a 07/01/2006
- 18/12/2005 a 24/12/2005
- 11/12/2005 a 17/12/2005
- 27/11/2005 a 03/12/2005
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 10/07/2005 a 16/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 05/06/2005 a 11/06/2005
- 22/05/2005 a 28/05/2005
- 15/05/2005 a 21/05/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 01/05/2005 a 07/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 17/04/2005 a 23/04/2005
- 10/04/2005 a 16/04/2005
- 27/03/2005 a 02/04/2005
- 20/03/2005 a 26/03/2005
- 13/03/2005 a 19/03/2005
- 27/02/2005 a 05/03/2005
- 13/02/2005 a 19/02/2005
- 06/02/2005 a 12/02/2005
- 09/01/2005 a 15/01/2005
- 12/12/2004 a 18/12/2004



Textos e Poesias:

- Perfil
- Trilogia sobre a arte de dar
- Queria ter dado, mas tenho namorado
- Queria ter dado, mas ele era casado
- Mulher Alface / Mulher Rúcula / Mulher Quiabo
- Sobre 2004...
- Bon Jovi
- Bono Vox
- Sílvio Santos - Antológica
- A mãe do Spielberg
- Plantão na porta do Jassa
- Homem Satélite / Homem Mosca / Homem PF
- Anorexia
- Cor de carne ou cor de carmim?
- Tudo por ela
- Desabafo
- Ainda bem que eu não dei... mesmo!
- Manual de etiqueta para sexo casual
- Obrigada
- Quase...
- Renato Chauí
- Não Provoque, é cor de rosa shock
- Tocar o sonho...
- É tão bom... Paquitas forever
- Manifesto
- O importante é que emoções eu vivi
- Sobre 2005
- Eu sigo ímpar
- I Still Haven't Found What I'm Looking For
- Ah, Noronha!
- Rádio FX
- Querido Brad
- QUE MERDA QUE EU DEI...
- FACA
- MULHER ALFACE - CLIPE TOSCO



Indique esse Blog


Contador:


“[V. C. me D. Penna]
Só estou me dando ao trabalho de comentar porque realmente fico constrangido ao ler um relato tão babaca como o seu. Dá até raiva ver em pleno século XXI uma mulher bonita, bem nascida, que teve acesso a tudo, ainda se posicionar de uma maneira tão imbecil. Você é o exemplo típico de mulher, que se acha contemporânea, esclarecida, mas que no fundo é apenas um produtinho exposto numa vitrine, cujo único diferencial é que o processo de colocar no carrinho de compra – denominado por você como “ritual de sedução” – é mais ‘enrolado’, ou pra ser mais preciso, burocrático. Deve ser justamente por isso, graças a estes “trâmites”, esse excesso de pieguice romântica, que os caras “desistem facilmente” e depois você fica pensando que o “problema” é com você. E é mesmo. E por favor nada de falar que é uma letra de música. Eu sei que você é assim mesmo. Cresce, garota! Vê se vira mulher de verdade e deixa dessa pose de garotinha sonhadora. Tá ridículo demais!”

“[Juju]
Oi Dani, td bem? Achei bem interessante o seu relato...e pelo visto o cara se doeu...rs...infantil ele, né? Mas tudo bem...ainda tem gente bacana por aí. Eu acredito nisso!!! Beijos!”

“[V. C. me D. Penna]
Vamos esclarecer uma coisa: eu não tentei comer a Dani Mel. Minha indignação vem do fato de que este tipo de postura 'menininha capricho" eu pensei que estivesse enterrada com a liberação feminina. Mas infelizmente estou enganado, tanto que outro dia tinha uma matéria em algum portal de internet com uma chamada assim: veja como reconhecer se ele só quer te comer. Oh, God, o mínimo que qualquer homem quer é comer uma mulher. Qual o problema? A partir daí as coisas podem evoluir ou não, tudo depende do desenrolar das coisas, do encontro de afinidades, estas coisas. Agora essa postura menininha mimada do papai q vai regular porque tá esperando principezinho encantado é triste, muito babaca. E vocês acham que desta forma estão se valorizando? Não, apenas estão replicando o mesmo comportamento das vovozinhas de vocês. Com tanta mediocridade, tenha certeza que o mais importante que tem pra dar não é o seu respeito. Não é mesmo! Se evoluir um pouquinho, pode até virar, mas por enquanto...”


Pelo que eu entendi então, ser mulher de verdade é fazer tipo de descolada e bem resolvida. Cômodo, né? Melhor a mulher ficar quietinha mesmo, fingir que está tudo bem pra não causar confusão e não ficar com fama de louca, de surtada. Por isso que o mundo está essa putaria. Ninguém se conhece de verdade, é tudo tão fugaz, passageiro, vazio, produto na vitrine... Prefiro 1000 vezes ser a garotinha sonhadora.
Não ser fácil e disponível é pieguice romântica? Viver no século 21, ser moderna e bem nascida significa sair dando por aí? Nada contra viver momentos, nada contra dar de primeira, mas não por obrigação ou por medo do cara sumir.

Sorry, mas as coisas não evoluem só a partir de uma trepada. Afinidades se descobrem de outras maneiras.
A menininha mimada e sonhadora não é tão ingênua assim pra ficar esperando príncipe encantado. Mas como diz a Juju, está cheio de gente bacana por ai.
Eu também acredito nisso.

E vocês, o que acham?



Escrito por Dani Mel às 17h45
[ ] [ envie esta mensagem ]


Querido gatinho,
A noite foi ótima, muito agradável. Adorei o jantar, o vinho, a conversa. Só não gostei de você ter forçado a barra um pouco demais para me comer.
Sabe, eu sei que você foi fofo porque desde o começo sabia bem o que queria e agiu de acordo. Esse era o seu plano. Mas eu não sabia dele.
Achei que a gente ia sair, se divertir, se conhecer melhor e até transar, se fosse o caso. Ou não. Mas parecia que você sabia que, ou rolava naquela hora ou não rolava mais. Por isso forçou tanto a barra. Eu era só mais uma na sua agendinha. Que pena que deu errado, né? Nem comeu...
O que eu fico pensando é o que um cara bacana, espiritualizado, que ama o mar e a música como eu, tem na cabeça pra agir de uma maneira tão babaca? É lógico que se você quer comer uma garota, é decente tratá-la bem, mas tratar bem é diferente de querer parecer ser o cara ideal. Nada contra sexo na primeira noite, mas caras ideais não forçam tanto a barra. Esperam o momento certo para acontecer. Não desistem tão facilmente e curtem o ritual da conquista.
Podia não ter dado certo por vários motivos, por estarmos em momentos diferentes de vida por exemplo, mas nem deu tempo para não dar certo. Parece que você só tinha aquela noite pra se divertir. Dia certo, hora marcada, gatinha nova, carne fresca na parada. Deveria ter deixado isso mais claro. Porque eu realmente acreditei que você queria uma diversão que durasse mais tempo. Sabe o que acontece agora? Bodiei de você. Nem sua amiga mais eu quero ser.
Você perdeu a coisa mais importante que eu posso DAR a uma pessoa: meu respeito.


AINDA BEM QUE EU NÃO DEI     -   Letra e música: Dani Mel

Ainda bem que eu não dei
Ainda bem que não rolou
Não foi dessa vez
Que teu jogo funcionou

Imagina se eu tivesse dado
Acreditado no seu tipo apaixonado
E hoje você mal falou comigo
Imagina se eu tivesse liberadoooo...

Não adiantou seu jeito meloso
Implorando pra eu ir te ver
Se achando o gostoso
Crente que eu ia dar pra você....

Mas... ainda bem que eu não dei
Ainda bem que não rolou
Não foi dessa vez
Que teu jogo funcionou

E você ia sumir sem motivo
E eu ia achar que o problema era comigo
Quer saber, vou desencanar
Tô nem aí pro telefone tocar...

Agora, você que fique na vontade
Nem adianta insistir
E quando seus amigos perguntarem
Encara e diz:" Não, não comi..."

Ainda bem que eu não dei
Ainda bem que não rolou
Se situa meu bem
Joga limpo que eu dou

 



Escrito por Dani Mel às 21h56
[ ] [ envie esta mensagem ]