Histórico:

- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 12/08/2012 a 18/08/2012
- 08/07/2012 a 14/07/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 09/10/2011 a 15/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 15/08/2010 a 21/08/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 14/06/2009 a 20/06/2009
- 31/05/2009 a 06/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 01/02/2009 a 07/02/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 12/10/2008 a 18/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 23/09/2007 a 29/09/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 15/01/2006 a 21/01/2006
- 01/01/2006 a 07/01/2006
- 18/12/2005 a 24/12/2005
- 11/12/2005 a 17/12/2005
- 27/11/2005 a 03/12/2005
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 10/07/2005 a 16/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 05/06/2005 a 11/06/2005
- 22/05/2005 a 28/05/2005
- 15/05/2005 a 21/05/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 01/05/2005 a 07/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 17/04/2005 a 23/04/2005
- 10/04/2005 a 16/04/2005
- 27/03/2005 a 02/04/2005
- 20/03/2005 a 26/03/2005
- 13/03/2005 a 19/03/2005
- 27/02/2005 a 05/03/2005
- 13/02/2005 a 19/02/2005
- 06/02/2005 a 12/02/2005
- 09/01/2005 a 15/01/2005
- 12/12/2004 a 18/12/2004



Textos e Poesias:

- Perfil
- Trilogia sobre a arte de dar
- Queria ter dado, mas tenho namorado
- Queria ter dado, mas ele era casado
- Mulher Alface / Mulher Rúcula / Mulher Quiabo
- Sobre 2004...
- Bon Jovi
- Bono Vox
- Sílvio Santos - Antológica
- A mãe do Spielberg
- Plantão na porta do Jassa
- Homem Satélite / Homem Mosca / Homem PF
- Anorexia
- Cor de carne ou cor de carmim?
- Tudo por ela
- Desabafo
- Ainda bem que eu não dei... mesmo!
- Manual de etiqueta para sexo casual
- Obrigada
- Quase...
- Renato Chauí
- Não Provoque, é cor de rosa shock
- Tocar o sonho...
- É tão bom... Paquitas forever
- Manifesto
- O importante é que emoções eu vivi
- Sobre 2005
- Eu sigo ímpar
- I Still Haven't Found What I'm Looking For
- Ah, Noronha!
- Rádio FX
- Querido Brad
- QUE MERDA QUE EU DEI...
- FACA
- MULHER ALFACE - CLIPE TOSCO



Indique esse Blog


Contador:


Eu sei que nao deviamos.
Eu sei que poderia ser perigoso. E muito.
Mas estava escurecendo, o onibus nao chegava e estavamos sozinhas naquela estrada deserta. Em frente ao Mar Morto, ha uns 40 minutos de Jerusalem, Israel. Eu, minha irma e minha sobrinha, de quase 3 anos. Ventava muito e tinhamos cortes nos pes e muito sal no rosto. Foi nossa unica opcao.
Pegamos carona. Numa van com 5 caras bacanas: 3 brasileiros, 1 croata e 1 alemao. Pareciam tudo, menos padres...sim, eles eram padres e freis em Jerusalem.
O mais surpreendente foi reencontra-los do nada, no dia seguinte, com aquela batina marrom, no meio de uma procissao no mercado na cidade velha. Foi a coisa mais surreal e legal dessa viagem. A partir dai, tudo foi incrivel. Nos, judias, tivemos uma visita guiada ao Santo Sepulcro, um dos lugares mais sagrados para os cristaos do mundo inteiro, fomos onde Jesus foi crucificado, onde ressuscitou ( e assim que se escreve?), e onde foi colocado quando o tiraram da Cruz. Alem de ouvir historias fantasticas sobre Sao Francisco de Assis(eles sao padres franciscanos) e Santa Clara. Tudo que eu sempre quis saber e nao tinha para quem perguntar, tipo como a virgem Maria engravidou do nada, do Espirito Santo? Como e que Jose caiu nessa?

Jerusalem foi um dos lugares mais surreais que eu fui na vida. O lugar e sagrado para muitas religioes e a energia que rola ali e impressionante. Muito forte. Rabinos, religiosos, padres, muculmanos, armenios, judeus, gregos, arabes, turistas. Muita mistura. Parece cenario de filme. A carona com os padres era so o que faltava...
Se usarmos a razao, sabemos que deveriamos ter alugado um carro ou pego uma excursao (que eu abomino), mas o destino quis assim. A vida realmente e incrivel e surpreendente as vezes.
(tenho fotos lindas de todos esses momentos, e uma pena nao poder posta-las agora, prometo fazer isso assim que possivel)

The site of Calvary today

 

Hoje chegamos em Eilat, no sul de Israel, um dia depois de um atentado numa padaria que matou 3 pessoas. Deu medo? Sim, logico. Panico e uma baita sensacao de impotencia. Tudo bem que um raio nao cai 2 vezes no mesmo lugar, mas vai saber... A vida parece normal. Por aqui e bem comum vc ver pessoas na rua e nos onibus com uma arma bem grande pendurada nas costas. Sao jovens do exercito indo e vindo das suas casas. Imagina se fosse no Brasil? Se cada um que entrasse no exercito ganhasse uma arma e fosse com ela para casa?
Cada pais tem a sua violencia, a sua consciencia e as suas consequencias.
Eu, por aqui, venho tendo experiencias. Das mais incriveis. Isso nao tem preco.
Beijos, beijos e ate breve



Escrito por Dani Mel às 17h28
[ ] [ envie esta mensagem ]