Histórico:

- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 12/08/2012 a 18/08/2012
- 08/07/2012 a 14/07/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 09/10/2011 a 15/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 15/08/2010 a 21/08/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 14/06/2009 a 20/06/2009
- 31/05/2009 a 06/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 01/02/2009 a 07/02/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 12/10/2008 a 18/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 23/09/2007 a 29/09/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 15/01/2006 a 21/01/2006
- 01/01/2006 a 07/01/2006
- 18/12/2005 a 24/12/2005
- 11/12/2005 a 17/12/2005
- 27/11/2005 a 03/12/2005
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 10/07/2005 a 16/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 05/06/2005 a 11/06/2005
- 22/05/2005 a 28/05/2005
- 15/05/2005 a 21/05/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 01/05/2005 a 07/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 17/04/2005 a 23/04/2005
- 10/04/2005 a 16/04/2005
- 27/03/2005 a 02/04/2005
- 20/03/2005 a 26/03/2005
- 13/03/2005 a 19/03/2005
- 27/02/2005 a 05/03/2005
- 13/02/2005 a 19/02/2005
- 06/02/2005 a 12/02/2005
- 09/01/2005 a 15/01/2005
- 12/12/2004 a 18/12/2004



Textos e Poesias:

- Perfil
- Trilogia sobre a arte de dar
- Queria ter dado, mas tenho namorado
- Queria ter dado, mas ele era casado
- Mulher Alface / Mulher Rúcula / Mulher Quiabo
- Sobre 2004...
- Bon Jovi
- Bono Vox
- Sílvio Santos - Antológica
- A mãe do Spielberg
- Plantão na porta do Jassa
- Homem Satélite / Homem Mosca / Homem PF
- Anorexia
- Cor de carne ou cor de carmim?
- Tudo por ela
- Desabafo
- Ainda bem que eu não dei... mesmo!
- Manual de etiqueta para sexo casual
- Obrigada
- Quase...
- Renato Chauí
- Não Provoque, é cor de rosa shock
- Tocar o sonho...
- É tão bom... Paquitas forever
- Manifesto
- O importante é que emoções eu vivi
- Sobre 2005
- Eu sigo ímpar
- I Still Haven't Found What I'm Looking For
- Ah, Noronha!
- Rádio FX
- Querido Brad
- QUE MERDA QUE EU DEI...
- FACA
- MULHER ALFACE - CLIPE TOSCO



Indique esse Blog


Contador:


Queridos e principalmente queridas,
Escrevi esse texto esses dias, como um desabafo pessoal. E mandei para as minhas amigas. Para a minha surpresa, TODAS concordaram comigo e se identificaram pois já passaram ou estão passando por algo parecido. Portanto acho que a confusão é geral. Então resolvi dividi-lo com vocês. Alguém pode me explicar o que é que está acontecendo?
 

O MANIFESTO

Para as mulheres...Será que eu estou ficando louca ou isso é geral?
Por que os caras têm essa mania de comer e sumir? Desculpem ser tão direta, mas é necessário ir direto ao ponto e é o que estou sentindo. Por que quando eles estão afim de você, te levam pra jantar, tomar vinho, ir ao cinema, mandam mensagens no seu telefone, ligam várias vezes seguidas até te achar, convidam para viajar e etc, e, quando conseguem o tão desejado sexo, simplesmente se desinteressam com a mesma intensidade? Não, aqui ninguém é trouxa nem coitadinha. De ficar dizendo que ele abusou de nós, comeu e sumiu. Porque a gente também quis dar. E gostoso. E foi ótimo. Uma troca justa.
O que pega é o depois. Não falo de mulheres que pegam no pé e ficam ligando mil vezes por dia. Falo de mulheres que trabalham, estudam e pagam suas contas.
 Aí, já no dia seguinte, a freqüência das mensagens cai, isso quando não termina de vez, o cara não te liga mais, não te convida para sair e quando muito, pede que vc vá na casa dele. Tipo de bandeja. Folga.
Me digam, o que é que está acontecendo?
O que os caras querem da vida? O que os caras querem das mulheres?
Se é só uma transadinha será que dá não ficar promentendo um monte de coisas? Por que já passou pela cabeça deles que a gente pode de repente acreditar?
Será que a conquista perde a graça? Simples assim? Como se a gente fosse um objetivo a  ser alcançado e depois passado pra trás?  Será que dá para haver um pouco mais de equilíbrio e verdade?
Me parece que os caras ainda têm medo de mulheres independentes. Acham o máximo comer, pra saber como é, contar para os amigos ou simplesmente saciar o próprio ego. E depois somem sem dar a menor satisfação.  E como hoje em dia ninguém é de ninguém, fica tudo assim. O cara some porque é mais fácil, a mulher não cobra porque não quer parecer a louca e o mundo vira essa zona, literalmente.
Socorro.  O cara esquece, ou finge que esquece, que foi fofo demais com você para parecer quem não era, e, depois que saciou suas vontades não tem mais saco de bancar o príncipe. E isso magoa, machuca, dói.
E se você mostra o mínimo de interesse, o que é normal, o cara sai fora.
Porque ninguém te contou que iria ser assim. E você sempre acredita que dessa vez vai ser diferente. Porque existem tantos casais felizes por aí, não é mesmo?
Eu, sinceramente dou muito mais valor a caras que dizem qual é a real, mas são sinceros, do que a príncipes que viram sapos. Inclusive, é muito mais fácil você ficar amiga de um cara que te disse a real do que de um sapo. E o pior é que eles não parecem sapos. São caras legais, normais, não têm a menor pinta de galinhas ou cafajestes. 

Eu não tenho a solução nem bola de cristal. De saber se esse cara com quem você está saindo vai te comer e sumir ou te comer e continuar querendo te comer. Só acho que os caras deviam pensar melhor antes de fazer as coisas. Parar de tentar ser o que não são só para impressionar uma mulher. De fingir ser o que não são. Parar de falar e de prometer, e fazer.
Que tipo de educação é essa? Que tipo de mulher educou esses homens para eles serem assim? É muito fácil colocar a culpa no pau dizendo que só conseguiu pensar com a cabeça de baixo e baboseiras do tipo. 

Eu não quero e não vou parar de conhecer caras legais e pessoas novas. Não vou me fechar no meu mundo nem a pau por causa das atitudes de dois ou três caras babacas. É muito mais bacana conquistar uma pessoa pelo que você é e não pelo que gostaria que fosse. Sexo com tesão é muito bom, mas sem carinho, verdade, respeito e sorriso não vale a pena.
A graça está na alquimia de tudo isso, que resulta em algo bem mais forte e valioso: amor.
E é isso o que eu quero para minha vida.


 



Escrito por Dani Mel às 11h39
[ ] [ envie esta mensagem ]


O IMPORTANTE É QUE EMOÇÕES EU VIVI...

Salve galera!
Chegou a hora de fazer um balanço. Desses seis meses de TV Fama e de televisão. As pessoas sempre me pedem para contar histórias e escrever sobre bastidores.
Então resolvi contar aqui algumas impressões. Muito particulares, é claro. De coisas que eu vi e vivi. Bem pessoais, mas verdadeiras.
Tem coisas que eu adoraria contar, mas não posso, por uma questão de ética.
Aqui vai um pequeno relato sobre pessoas que me surpreenderam para o bem e para o mal. Pessoas que eu achava uma coisa e eram completamente outra.

 

PESSOAS QUE EU ACHAVA RIDÍCULAS, E ME SURPREENDERAM
Marina De Sabrit - essa mesma, a perua, socialite, mãe da Patrícia, que teve um casamento relâmpago com o Fábio Jr. Nossa, nada a ver comigo. Essa mulher foi simpaticíssima quando a entrevistei numa festa de 30 anos da revista Vogue no Brasil. Sem ser forçada, é bonita, elegante, feliz e alto astral. Gostei muito. Me ganhou pelo sorriso. E eu ainda fiz questão de dizer  isso pra ela.

 

Latino - o cara é um showman e tem o meu respeito. Soube se reinventar, é ligadíssimo na molecada e super antenado com tudo. Fui num show dele no Hopi Hari , e me surpreendi  com o cara cantando ao vivo. Mandou muito bem. A cara do Brasil.

 

Pitty - nunca gostei do som dela e continuo não gostando muito. Ela nunca fez questão de ser simpática. Por isso mesmo acabou sendo . Entrevistei ela tantas vezes que, da última, a gente se olhou e perguntei" Sobre o que a gente vai falar hoje? Não tenho mais o que te perguntar" E a gente caiu na risada. Uma fofa. Autêntica e verdadeira.

 

Tico Santa Cruz, dos Detonautas - também nunca curti o som. Mas o cara foi incrível. Show da Mix, no Pacaembu. Eu só tinha 2 minutos de entrevista com ele e, bem nessa hora, meu iluminador sumiu, acho que foi ao banheiro.  Eu não tinha luz para a entrevista e pedi pra gente ir  lá fora. Ele não só foi, como fez questão de dar a entrevista na chuva. Consciente, inteligente e politizado. Uma graça.

 

PESSOAS QUE EU NEM QUIS ENTREVISTAR
Eliana - por tudo. Querer ser certinha demais, correta demais. Fake, fake, fake. Socorro. Quando eu fazia música para crianças fui cantar no programa dela algumas vezes e em todas, sem exceção, ela sorria SÓ para a câmera. E pra mais ninguém. Nem para as crianças, que ficavam  a ver navios... Juro que se mandassem para uma pauta com ela, dava com o microfone na cabeça dela...

 

PESSOAS QUE EU ACHAVA ESTRELAS E FORAM INCRÍVEIS
Lulu Santos - Ele tem fama de mau, de antipático, de tratar mal a imprensa. Comigo ele foi incrível. Estávamos num show de uma rádio de SP, a Mix, e nenhuma TV podia cobrir camarins. Cruzei com ele nos corredores, pedi uma entrevista. Ele deu um jeito de liberar toda a minha equipe para o camarim dele e me deu uma entrevista de quase meia hora exclusiva. Mostrou como aquece a voz, contou várias histórias e foi muito gentil.
Virei mais fã. Garota eu vou pra Califórnia...

Ana Maria Braga - Sempre fui com a cara dela. Tive a chance de entrevistá-la num leilão de gado recentemente, promovido pelo Galvão Bueno. Ela estava conversando, fiquei meio assim de interrompê-la, ela podia não gostar...Mas vida de repórter é isso aí...Ela foi o máximo,  me deu uma entrevista ótima, falou que eu podia tentar cortar o cabelo como o dela e ainda me chamou de linda. Astral bom, pessoa iluminada.

Paulo Vilhena -  Da última vez, era a estréia de uma peça e ele estava com uns amigos sentado num barzinho na calçada. Cheguei, pedi a entrevista. Ele: "Tá com cara de cansada, né? "
Eu: É... ontem foi meu aniversário, tô meio chapada ainda, meio que virei a noite...
Ele: "Jura? Parabéns! (me deu um beijo no rosto). Tô meio assim também. Bem cansado. Se eu te der a entrevista tu vai embora mais cedo , né?" Eu : "È... Vai salvar minha matéria..."
Ele deu a entrevista na calçada, fofo, brother. E salvou a minha matéria.


 



Escrito por Dani Mel às 20h50
[ ] [ envie esta mensagem ]


PESSOAS QUE EU ACHAVA O MÁXIMO E ME DECEPCIONARAM
Marília Gabriela - Sempre que alguém me perguntava qual meu maior sonho, eu falava: "Vou ser igual à Marília Gabriela, só que mais bonita e mais descolada". Achava ela o máximo, inteligente, bem sucedida, engraçada, etc... Tudo isso foi por terra quando a entrevistei, quer dizer, tentei...Era a estréia da peça do filho dela, o Theodoro. Uma graça o menino. Ela foi bem grossa, perguntei sobre a personagem dela na minissérie JK, ela falou que ainda não sabia de nada e chega, saiu andando. Numa próxima vez, numa festa em homenagem à Maria Adelaide Amaral, autora da minisérie JK, ela disse que ainda não sabia nada sobre a personagem. Estranho, não? E depois deu uma entrevista de uns 10 minutos para a menina da Record. Inconformada, fui falar com ela. Disse que ela, como  jornalista, deveria entender a vida de repórter. Perguntei se era algum problema com a Rede TV, com o TV Fama. Ela falou :"Imagina, adoro o Nélson Rubens, ele é meu amigo, adoro a Rede TV...". De onde eu só posso concluir que o problema era comigo. Decepção total. E o Gianne é sempre tão educado, tão gentil. Combinei com as meninas da TV que a gente vai investir nele de propósito, só de raiva...

 

PESSOAS QUE EU ACHAVA QUE SERIAM O MÁXIMO E FORAM O MÁXIMO

Paquitas, Menudo, Sidney Magal, Frenéticas, Jota Quest, Monique Evans, os meninos do Pânico, todos, Ellen Jabour e Mônica Waldwogel.
Por tudo. Simpatia principalmente.

 

PESSOAS QUE EU QUERIA LEVAR PRA CASA
Algumas, mas não vou falar... Melhor não.

 

PESSOAS QUE EU NÃO ACHAVA NADA E CONTINUARAM SENDO NADA
Paris Hilton  - sem comentários
Daniella Sarahyba - "com dois ellexxx e ypsolon , tá?". Muita frescura pra pouco conteúdo

 

PESSOAS QUE AMEI CONHECER
Todos os fotógrafos de todas as revistas e sites, e repórteres de outras emissoras. Acabamos virando um time que se ajuda sempre. As pautas ficam muito mais divertidas e engraçadas.

As repórteres do TV Fama: Mônica, Débora e Tammy. Nunca em nenhum lugar em que trabalhei as pessoas se curtiam tanto, se ajudavam tanto, dividiam tantas alegrias e perrengues e ainda eram amigas fora da TV. Amo essas meninas de paixão. Pra sempre.

Um beijo enorme a todos que vem aqui. Saúde, gentileza, sorrisos e amor.

 

 

Lulu: o cara

Magal: o cigano...

você se lembra dele? É o Roy, do Menudo! Olha minha cara de feliz!!!

(meninas queridas - TV)

(Paris Hilton, muito a acrescentar...)

 

 

 

 

 



Escrito por Dani Mel às 20h47
[ ] [ envie esta mensagem ]