Histórico:

- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 12/08/2012 a 18/08/2012
- 08/07/2012 a 14/07/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 09/10/2011 a 15/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 15/08/2010 a 21/08/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 14/06/2009 a 20/06/2009
- 31/05/2009 a 06/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 01/02/2009 a 07/02/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 12/10/2008 a 18/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 23/09/2007 a 29/09/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 15/01/2006 a 21/01/2006
- 01/01/2006 a 07/01/2006
- 18/12/2005 a 24/12/2005
- 11/12/2005 a 17/12/2005
- 27/11/2005 a 03/12/2005
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 10/07/2005 a 16/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 05/06/2005 a 11/06/2005
- 22/05/2005 a 28/05/2005
- 15/05/2005 a 21/05/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 01/05/2005 a 07/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 17/04/2005 a 23/04/2005
- 10/04/2005 a 16/04/2005
- 27/03/2005 a 02/04/2005
- 20/03/2005 a 26/03/2005
- 13/03/2005 a 19/03/2005
- 27/02/2005 a 05/03/2005
- 13/02/2005 a 19/02/2005
- 06/02/2005 a 12/02/2005
- 09/01/2005 a 15/01/2005
- 12/12/2004 a 18/12/2004



Textos e Poesias:

- Perfil
- Trilogia sobre a arte de dar
- Queria ter dado, mas tenho namorado
- Queria ter dado, mas ele era casado
- Mulher Alface / Mulher Rúcula / Mulher Quiabo
- Sobre 2004...
- Bon Jovi
- Bono Vox
- Sílvio Santos - Antológica
- A mãe do Spielberg
- Plantão na porta do Jassa
- Homem Satélite / Homem Mosca / Homem PF
- Anorexia
- Cor de carne ou cor de carmim?
- Tudo por ela
- Desabafo
- Ainda bem que eu não dei... mesmo!
- Manual de etiqueta para sexo casual
- Obrigada
- Quase...
- Renato Chauí
- Não Provoque, é cor de rosa shock
- Tocar o sonho...
- É tão bom... Paquitas forever
- Manifesto
- O importante é que emoções eu vivi
- Sobre 2005
- Eu sigo ímpar
- I Still Haven't Found What I'm Looking For
- Ah, Noronha!
- Rádio FX
- Querido Brad
- QUE MERDA QUE EU DEI...
- FACA
- MULHER ALFACE - CLIPE TOSCO



Indique esse Blog


Contador:


EQUILÍBRIO - ANOREXIA

 

Acho que posso falar com um pouquinho de propriedade porque já passei por isso. Quando eu tinha uns 17 anos, resolvi ser modelo. Todo mundo falava que eu era bonita, tinha um cabelo lindo e fotografava bem. Procurei algumas agências e, uma delas me deu atenção especial, a Jet Set. Porque era assim : ou você fazia parte das 5 grandes (Ford, Elite, L`equipe, Táxi e Jet Set) e fazia trabalhos legais e testes bacanas, ou deixava seu material em agências meia boca, que te cobravam uma grana, te mandavam para testes de figuração ou para ser recepcionista em feiras. Enfim, quando a tal “Jet Set”( que hoje nem existe mais) me acenou com a possibilidade de entrar para seu casting, não acreditei. Só havia um pequeno detalhe : eu precisaria emagrecer. Com 1, 65m e pesando 53 kg, eu ainda precisava emagrecer “um pouquinho”. E voltar lá na agência dali a 3 meses, que começaríamos a trabalhar. Aí é que começa a história. Começou a obstinação. Comecei a malhar muito, todos os dias depois da faculdade. E comer uma fruta por dia. Uma fruta, eu disse. O dia inteiro. E, se sentisse muita fome, comia um pacotinho de “Fibraxx”(uma bolachinha bem ruim com fibras). Me pesava todos os dias depois da malhação e ficava super feliz quando via que emagrecia 300 g por dia. Nessa época meus pais tinham ido viajar por 2 meses. Quando as pessoas falavam que eu estava emagrecendo muito, eu ficava super feliz. Só que não conseguia parar. Não queria parar. Não existia um equilíbrio. Minha fórmula era fruta / Fibraxx /   malhação. Eu não conseguia e não queria comer mais do que isso porque morria de medo de engordar tudo de novo. Estava firme e forte no meu objetivo de voltar na agência e virar modelo.

 

E cheguei aos 41 kg. Pensava, quanto mais magra, melhor, mais bonita, eles vão gostar mais. E continuava emagrecendo, obcecada. Até parei de menstruar.

E, enfim, chegou o grande dia, de voltar na agência. Coloquei  minha roupa mais bonita e sorria só de pensar na futura boa notícia: meu sonho ia dar certo!!!

Chegando lá, me falaram exatamente assim :“Ah, acho que não vai rolar, você não tem altura suficiente...” E saíram andando, me deixaram lá, sozinha naquela recepção cheia de fotos de modelos vendendo sonhos que eu achei que poderia alcançar. Falaram sem o menor cuidado, o menor tato.

Como assim? Cara, fiquei tão mal, mas tão mal e com tanta vergonha e raiva que não tive coragem de contar isso pra ninguém naquela época. E nem forças para fazer um barraco. Virei as costas, abaixei a cabeça e saí andando. O que fizeram comigo? Por que não falaram da minha altura na primeira vez que fui lá? Que mesmo que emagrecesse não ia rolar? Fico imaginando quantas meninas também não passaram e não passam por isso hoje em dia. Vejo que tive um princípio sério de anorexia. Na época não se falava muito nisso, mas comecei a ler sobre o assunto anos depois e descobri que tudo batia, que foi exatamente isso que eu tive. E meus pais nunca souberam. Olha o perigo, mais um pouco eu ia pesar 30 kg e ter que ser internada.

 

Voltei a comer de raiva, de desgosto, e cheguei aos 60 kg. Comia compulsivamente, sem controle. Fiquei gorda, bochechuda. Parei de usar biquíni e calça jeans. Andava enrolada em cangas como se fossem capas de bruxa. Não porque eu era maluquinha, mas porque eu tinha vergonha do meu corpo.

Só fui voltar a meu peso normal, 52, 53kg, depois de fazer o Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, no ano 2000. Lá todo mundo emagrece, não tem como não emagrecer andando 10 horas por dia. Mas cheguei aqui e mantive o peso até hoje. Comendo de tudo, inclusive sorvete, e muito. Malhando sempre. E sabendo que fico assim pra mim, por mim, e não porque alguém falou.

Porque equilíbrio é fundamental sempre. E se respeitar também. Um beijo e boa semana.

 

Pesando 42 kg

Pesando tipo 60 kg. Socorro...

Hoje em dia, melhor



Escrito por Dani Mel às 19h18
[ ] [ envie esta mensagem ]