Histórico:

- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 12/08/2012 a 18/08/2012
- 08/07/2012 a 14/07/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 09/10/2011 a 15/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 15/08/2010 a 21/08/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 14/06/2009 a 20/06/2009
- 31/05/2009 a 06/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 01/02/2009 a 07/02/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 12/10/2008 a 18/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 23/09/2007 a 29/09/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 15/01/2006 a 21/01/2006
- 01/01/2006 a 07/01/2006
- 18/12/2005 a 24/12/2005
- 11/12/2005 a 17/12/2005
- 27/11/2005 a 03/12/2005
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 10/07/2005 a 16/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 05/06/2005 a 11/06/2005
- 22/05/2005 a 28/05/2005
- 15/05/2005 a 21/05/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 01/05/2005 a 07/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 17/04/2005 a 23/04/2005
- 10/04/2005 a 16/04/2005
- 27/03/2005 a 02/04/2005
- 20/03/2005 a 26/03/2005
- 13/03/2005 a 19/03/2005
- 27/02/2005 a 05/03/2005
- 13/02/2005 a 19/02/2005
- 06/02/2005 a 12/02/2005
- 09/01/2005 a 15/01/2005
- 12/12/2004 a 18/12/2004



Textos e Poesias:

- Perfil
- Trilogia sobre a arte de dar
- Queria ter dado, mas tenho namorado
- Queria ter dado, mas ele era casado
- Mulher Alface / Mulher Rúcula / Mulher Quiabo
- Sobre 2004...
- Bon Jovi
- Bono Vox
- Sílvio Santos - Antológica
- A mãe do Spielberg
- Plantão na porta do Jassa
- Homem Satélite / Homem Mosca / Homem PF
- Anorexia
- Cor de carne ou cor de carmim?
- Tudo por ela
- Desabafo
- Ainda bem que eu não dei... mesmo!
- Manual de etiqueta para sexo casual
- Obrigada
- Quase...
- Renato Chauí
- Não Provoque, é cor de rosa shock
- Tocar o sonho...
- É tão bom... Paquitas forever
- Manifesto
- O importante é que emoções eu vivi
- Sobre 2005
- Eu sigo ímpar
- I Still Haven't Found What I'm Looking For
- Ah, Noronha!
- Rádio FX
- Querido Brad
- QUE MERDA QUE EU DEI...
- FACA
- MULHER ALFACE - CLIPE TOSCO



Indique esse Blog


Contador:


EU E O SIVIO, PARTE 2, ANTOLÓGICO...

 

Na verdade deveria ser a parte 1 se fôssemos respeitar a ordem cronológica dos fatos. Eu tinha 16 anos. Queria ser modelo (com essa altura toda) e trabalhar na televisão. Uma agência me chamou para um teste no SBT. Chegando lá, era uma gravação. De um quadro novo com o Silvio Santos. Heein?

Me deram um maiô(!), e um par de salto alto. Heeein? Eu só sabia andar de tênis. Na mesma situação que eu, estavam uma morena e uma ruiva.

E lá fomos nós 3 de maiô e salto alto para a gravação do novo quadro do novo programa. Estavam Seu Silvio, suas colegas de trabalho no auditório e seu Agenor no palco. A gravação começa, as luzes se acendem, o Roque agita e o auditório se anima. Seu Silvio nos chama, uma por uma, pergunta o nome, faz graça e nos apresenta para seu Agenor. O quadro era o seguinte: uma venda seria colocada nos olhos de seu Agenor, e, a morena, a loira(eu) e a ruiva iriam beijá-lo (na boca!), uma de cada vez. Ele teria que adivinhar a ordem dos beijos, já que não estaria vendo nada. Heeeein?.

Sim, mas havia um segredo que só seu Agenor não sabia :toda vez que seu Silvio chamasse uma de nós para o beijo, entraria no palco a esposa do seu Agenor e daria o beijo.

“Agora vem você...” e ia a esposa e beijava.

“E agora você” e ia a esposa

“Agora você” e lá ia a esposa...

E ele achando que éramos nós.

Quando a venda foi tirada dos olhos dele, seu Silvio perguntou:

“Então, qual a ordem dos beijos?”

Seu Agenor, todo contente e satisfeito, respondeu :”Ah, primeiro foi a ruiva, depois...a loira  e depois a morena!”

E o auditório ria. Seu Silvio ria. Nós ríamos. Seu Agenor não entendia.

Nisso, entra a esposa no palco, ele fica surpreso e nervoso ao mesmo tempo e Seu Silvio esclarece que foi ela quem o beijou todas as vezes. Tudo vira uma grande brincadeira, eles ganham um prêmio de participação, todos riem, todos aplaudem, inclusive eu, sem saber que, de alguma maneira, tinha participado do que, na minha opinião, seria o mais trash cool dos programas de TV: TOPA TUDO POR DINHEIRO!!! Tem salvação?



Escrito por Dani Mel às 10h04
[ ] [ envie esta mensagem ]


JON BON JOVI - PARTE 1

JON BON JOVI

 

Where did you learn your English? Se eu contasse a verdade, ninguém iria acreditar. Que eu aprendi a falar inglês por causa do Jon Bon Jovi. Eu queria entender tudo o que ele cantava. Cada palavra, cada gesto. Eu quis ser cantora por causa dele. Eu tinha uma certa base gramatical da Cultura Inglesa, que achava muito chata. Aí apareceu o Jon... Aquele cabeludo cantando e sorrindo ao mesmo tempo. E quando eu descobri que ele tinha olhos azuis então? 

 

Naquela época, com 15 anos, eu tinha decidido que o pai dos meus filhos tinha que ter olhos azuis. Quando eu descobri que o Jon preenchia esse quesito... Nossa, era o cara! Eu queria entender cada palavra de I`ll be there for you, these five words I swear to you, when you breath, I want to be the air for you, I`ll be there for you…  Achava lindo, como um cara conseguia escrever isso? ”You were born to be my baby, baby I was made to be your man, we got something to believe in even if we don`t know were we stand”. Eu tinha certeza que ele tinha escrito aquilo pra mim, que a gente não se conhecia ainda, mas um dia ia se encontrar, se conhecer, se apaixonar, e eu iria ser a baby dele. Então aprendi inglês. Colocava o disco, pegava o encarte, o dicionário e ficava ouvindo, ouvindo, aprendendo, cantando, sonhando “I want to lay you down in a bed of roses...”, e aprendi até a falar inglês com aquele sotaque americano ridículo. Estudando na Cultura Inglesa...

 

Aí, um dia, o Bon Jovi veio ao Brasil. Eu já não era tão menina, mas ainda gostava bastante. Devia ter uns 21.  Fiquei quebrando a cabeça com o que ia fazer e como ia fazer para encontrá-lo e furar a segurança do hotel (“Della Volpe”), na Frei Caneca. Eu não queria um autógrafo ou uma foto, meu barato era outro, queria conhecê-lo, ficar amiga, ir no backstage, cantar junto. Só isso... Eu e a torcida do Corinthians... Então fiz um plano. Fiz uma música. Compús uma música em inglês, tenho até vergonha dela hoje, que dizia algo como, “I want to be part of your world, I want to be a part of the show, blame it on the love of rock`n roooooll… ” Péssimo, eu sei, mas na época eu achei o máximo. Aluguei um estúdio, e gravei voz e violão, tipo versão acústica. Achava que ele ia ouvir a fita, amar, achar super original uma fã dar um presente em forma de música, e, finalmente, me chamar para cantar com ele no palco, lógico. E incluir a música no próximo CD como um bônus track, com a participação especial de uma fã/amiga brasileira. Ahã.

 

 



Escrito por Dani Mel às 12h36
[ ] [ envie esta mensagem ]


JON BON JOVI - parte 2

 

Nada disso aconteceu. Pra eu entrar no hotel já foi um sufoco. Tinham muitas fãs do tipo histérico em volta e eu era mais uma... Mas não histérica. Só que os seguranças não sabiam disso. Pra eles, qualquer menina era fã. O jeito, óbvio, era ir ao restaurante do hotel, isso eles não podiam impedir. Só que o restaurante estava fechado porque a banda estava ali, apesar dos seguranças negarem veementemente. De alguma maneira que não consigo me lembrar, consegui entrar no hotel. E no restaurante.

E só havia uma mesa ocupada. Com : uma mulher tipo executiva de gravadora, um negão enorme (devia ser segurança), um cara cabeludo descabelado e ele, sim, Jon Bon Jovi. L I N D O . Eu paralisei. Nesse segundo todos olharam pra mim. Na hora o segurança levantou. Medo. E Jon fez sinal pra ele sentar de novo. Ufa! Eu continuei ali, parada, coração na boca. Ele fez um sinal me chamando. Ele, Jon Bon Jovi. Eu fui. Dei a fita na mão dele, pedi pra ele ouvir, agradeci, sorri e fui embora, com o segurança já me olhando feio, a executiva blazé me achando ridícula e o cara cabeludo não achando nada. Se eles soubessem o trabalho, a devoção, o amor que havia ali...Até hoje, trabalhando no showbusiness, tenho o maior respeito e cuidado com as/os fãs, tento facilitar o quanto posso, porque já estive do outro lado e sei o quanto pode ser duro.

 

Bom, eu nunca soube se o Jon ouviu a fita ou jogou no lixo. Eu fiz a minha parte, tinha que fazer. Não sei se gostaria de saber, prefiro ter a ilusão que ele ouviu. E gostou. Só não incluiu no próximo disco.

 

Queria que ele soubesse que tem grande responsabilidade pelo meu amor à música (de Beatles a Menudo), mesmo que as pessoas considerem sua música baba, e pelo meu aprendizado da língua inglesa. Continuo comprando seus discos, os únicos que não podem ser piratas, porque nesses não vem as letras...Continuo reconhecendo sua voz no rádio, mesmo não conhecendo a canção. E continuo achando que ele está cantando pra mim...

 

Jon Bon Jovi tem 42 anos e 4 filhos com a mesma mulher, uma namorada de adolescência e campeã de caratê. E eu continuo procurando um cara para ser o pai dos meus filhos, mas não precisa mais ter olhos azuis.

 

NEVER SAY GOODBYE...

Escrito por Dani Mel às 12h35
[ ] [ envie esta mensagem ]