Histórico:

- 23/09/2012 a 29/09/2012
- 19/08/2012 a 25/08/2012
- 12/08/2012 a 18/08/2012
- 08/07/2012 a 14/07/2012
- 25/03/2012 a 31/03/2012
- 11/03/2012 a 17/03/2012
- 19/02/2012 a 25/02/2012
- 12/02/2012 a 18/02/2012
- 15/01/2012 a 21/01/2012
- 08/01/2012 a 14/01/2012
- 11/12/2011 a 17/12/2011
- 04/12/2011 a 10/12/2011
- 06/11/2011 a 12/11/2011
- 16/10/2011 a 22/10/2011
- 09/10/2011 a 15/10/2011
- 02/10/2011 a 08/10/2011
- 15/08/2010 a 21/08/2010
- 30/05/2010 a 05/06/2010
- 18/04/2010 a 24/04/2010
- 10/01/2010 a 16/01/2010
- 13/12/2009 a 19/12/2009
- 27/09/2009 a 03/10/2009
- 13/09/2009 a 19/09/2009
- 09/08/2009 a 15/08/2009
- 19/07/2009 a 25/07/2009
- 14/06/2009 a 20/06/2009
- 31/05/2009 a 06/06/2009
- 24/05/2009 a 30/05/2009
- 26/04/2009 a 02/05/2009
- 19/04/2009 a 25/04/2009
- 05/04/2009 a 11/04/2009
- 15/03/2009 a 21/03/2009
- 15/02/2009 a 21/02/2009
- 01/02/2009 a 07/02/2009
- 18/01/2009 a 24/01/2009
- 30/11/2008 a 06/12/2008
- 09/11/2008 a 15/11/2008
- 26/10/2008 a 01/11/2008
- 19/10/2008 a 25/10/2008
- 12/10/2008 a 18/10/2008
- 28/09/2008 a 04/10/2008
- 21/09/2008 a 27/09/2008
- 31/08/2008 a 06/09/2008
- 06/07/2008 a 12/07/2008
- 22/06/2008 a 28/06/2008
- 15/06/2008 a 21/06/2008
- 25/05/2008 a 31/05/2008
- 20/04/2008 a 26/04/2008
- 24/02/2008 a 01/03/2008
- 20/01/2008 a 26/01/2008
- 06/01/2008 a 12/01/2008
- 11/11/2007 a 17/11/2007
- 28/10/2007 a 03/11/2007
- 23/09/2007 a 29/09/2007
- 29/07/2007 a 04/08/2007
- 22/07/2007 a 28/07/2007
- 08/07/2007 a 14/07/2007
- 01/07/2007 a 07/07/2007
- 24/06/2007 a 30/06/2007
- 13/05/2007 a 19/05/2007
- 22/04/2007 a 28/04/2007
- 18/03/2007 a 24/03/2007
- 11/02/2007 a 17/02/2007
- 04/02/2007 a 10/02/2007
- 28/01/2007 a 03/02/2007
- 07/01/2007 a 13/01/2007
- 17/12/2006 a 23/12/2006
- 10/12/2006 a 16/12/2006
- 03/12/2006 a 09/12/2006
- 05/11/2006 a 11/11/2006
- 15/10/2006 a 21/10/2006
- 24/09/2006 a 30/09/2006
- 10/09/2006 a 16/09/2006
- 03/09/2006 a 09/09/2006
- 20/08/2006 a 26/08/2006
- 06/08/2006 a 12/08/2006
- 30/07/2006 a 05/08/2006
- 16/07/2006 a 22/07/2006
- 02/07/2006 a 08/07/2006
- 04/06/2006 a 10/06/2006
- 07/05/2006 a 13/05/2006
- 30/04/2006 a 06/05/2006
- 23/04/2006 a 29/04/2006
- 02/04/2006 a 08/04/2006
- 19/03/2006 a 25/03/2006
- 05/03/2006 a 11/03/2006
- 19/02/2006 a 25/02/2006
- 12/02/2006 a 18/02/2006
- 29/01/2006 a 04/02/2006
- 22/01/2006 a 28/01/2006
- 15/01/2006 a 21/01/2006
- 01/01/2006 a 07/01/2006
- 18/12/2005 a 24/12/2005
- 11/12/2005 a 17/12/2005
- 27/11/2005 a 03/12/2005
- 20/11/2005 a 26/11/2005
- 13/11/2005 a 19/11/2005
- 16/10/2005 a 22/10/2005
- 18/09/2005 a 24/09/2005
- 04/09/2005 a 10/09/2005
- 28/08/2005 a 03/09/2005
- 07/08/2005 a 13/08/2005
- 31/07/2005 a 06/08/2005
- 10/07/2005 a 16/07/2005
- 03/07/2005 a 09/07/2005
- 19/06/2005 a 25/06/2005
- 05/06/2005 a 11/06/2005
- 22/05/2005 a 28/05/2005
- 15/05/2005 a 21/05/2005
- 08/05/2005 a 14/05/2005
- 01/05/2005 a 07/05/2005
- 24/04/2005 a 30/04/2005
- 17/04/2005 a 23/04/2005
- 10/04/2005 a 16/04/2005
- 27/03/2005 a 02/04/2005
- 20/03/2005 a 26/03/2005
- 13/03/2005 a 19/03/2005
- 27/02/2005 a 05/03/2005
- 13/02/2005 a 19/02/2005
- 06/02/2005 a 12/02/2005
- 09/01/2005 a 15/01/2005
- 12/12/2004 a 18/12/2004



Textos e Poesias:

- Perfil
- Trilogia sobre a arte de dar
- Queria ter dado, mas tenho namorado
- Queria ter dado, mas ele era casado
- Mulher Alface / Mulher Rúcula / Mulher Quiabo
- Sobre 2004...
- Bon Jovi
- Bono Vox
- Sílvio Santos - Antológica
- A mãe do Spielberg
- Plantão na porta do Jassa
- Homem Satélite / Homem Mosca / Homem PF
- Anorexia
- Cor de carne ou cor de carmim?
- Tudo por ela
- Desabafo
- Ainda bem que eu não dei... mesmo!
- Manual de etiqueta para sexo casual
- Obrigada
- Quase...
- Renato Chauí
- Não Provoque, é cor de rosa shock
- Tocar o sonho...
- É tão bom... Paquitas forever
- Manifesto
- O importante é que emoções eu vivi
- Sobre 2005
- Eu sigo ímpar
- I Still Haven't Found What I'm Looking For
- Ah, Noronha!
- Rádio FX
- Querido Brad
- QUE MERDA QUE EU DEI...
- FACA
- MULHER ALFACE - CLIPE TOSCO



Indique esse Blog


Contador:


GENTE, DANDO SEQUÊNCIA À SAGA... HOMEM SATÉLITE NA ÁREA!! O TIPO DE CARA QUE FICA ALIMENTANDO UMA HISTÓRIA QUE ACABOU SÓ PRA TE TER NA MÃO... LIXO! TÁ CHEIO DE CARA LEGAL POR AÍ... BJOO!!



Escrito por Dani Mel às 14h23
[ ] [ envie esta mensagem ]


Gente, não vou dizer que a mulherada tá fácil, mas tem um tipo de cara cada vez mais comum por aí.... Me digam se confere, por favor, poesia NOVA!!! Bjos!

DOUTOR PAPINHO

Ou ele é casado, ou tá se separando, ou namorando, ou tá mentindo... Diz que nunca sentiu isso por ninguém, que você é tudo o que ele sempre quis na vida. E que vai se separar. Da namorada, da mulher, da esposa, da amante... No começo parece até verdade, você até se empolga e acredita. Mas depois vai vendo que é tudo papo furado. Ele não larga ela, por comodidade, medo, falta de culhão, caráter, ou porque gosta dela mesmo. Mas também não deixa você ir. Ele acha que só porque te contou que é comprometido, tá tudo certo, que limpou a barra dele. Acha que tá sendo honesto, e lava as mãos. Pra se livrar da culpa. Se você se machucou é problema seu. Porque ele avisou. E não faz nada para mudar essa situação. Muitas vezes você nem sabia da namorada... Até se envolver com ele. Aí você começa a se ligar que ele é uma farsa: O Doutor Papinho.

Diz que me ama e vai se separar

Que ela não significa mais nada

Que é comigo que você quer ficar

Ihhh... lá vem roubada...


Diz que não gosta dela de verdade

Que ela nem é a mulher da sua vida

Mas não faz nada pra mudar

Tirando onda de vida dupla proibida


Só que não anda pra frente e empaca na decisão

Vai enrolando as duas, vai acabar é ficando na mão...

Se já sabe que não é ela, segue teu caminho

Porque quem escolhe muito, acaba ficando sozinho...


Você fala, fala e não faz

Conta história pra tudo que é lado

Um dia a casa cai, rapaz

E juro que não vai ser engraçado


Fica nessa enrolação

No começo é até bonitinho

Cara de pau ou sem noção?

Muito prazer, doutor Papinho!


Isso logo logo vai cansar

Papo furado tem limite

Minha fila vai andar

Largo você pelo Brad Pitt


É muita promessa vazia

Sedução inconsequente

Por que que a gente sempre acredita

que dessa vez vai ser diferente?


E nem deu tempo de terminar

Acabou tudo tão de repente

Acabou sem começar

Cicatrizou torto e sem bandaid


Um dia a gente ainda vai se cruzar

E você ainda vai estar enrolado

Com 1000 histórias mirabolantes

E uma trouxa do seu lado


Uma pena, meu amor

Gostei de você de verdade

Eu tentei, mas não consigo

Eu não sei viver pela metade...


Quando te encontrar

Não vou nem fingir que dói

Minha vontade vai ser gritar

Já era, perdeu playboy!!!


 





Escrito por Dani Mel às 15h45
[ ] [ envie esta mensagem ]


Gente, muito muito obrigada por virem aqui! Foram mais de 5000 acessos em menos de 24 horas.

Fiquei super feliz e emocionada... Sejam bem-vindos!! E voltem sempre!!! Bjossss





Escrito por Dani Mel às 23h20
[ ] [ envie esta mensagem ]


Queridos,

HOJE, sexta, dia 17,  estarei no programa "Agora é tarde", do Danilo Gentili, na Band.
Falando sobre locução, declamando poesias, lógico, e dando muuita risada...
Eu atropelando o Danilo, ele me atropelando e tudo certo!
Hoje, à meia noite, na Band. Uhuuu!!!! Bjooooss!!!



 

 




Escrito por Dani Mel às 23h52
[ ] [ envie esta mensagem ]


Porque não dá pra andar pra trás. Nem se conformar com o que é cômodo ou surtar com o que você não pode mudar. Nem sucumbir ao ego. Nem ao medo, que paralisa a gente e nos deixa sem ação, sem saber por onde ir ou o que fazer. Assim é essa vida louca. De alguma maneira a gente sobrevive. Porque experiência não se ensina. Você tem que passar pelas coisas para aprender, felizmente, ou infelizmente. Não tem outro jeito. Cada um tem a sua história, o seu caminho. De uma estranha maneira a gente vai ficando forte, aprendendo a saber que não é o que fazem com você que importa.

Mas é o que você faz com o que fazem com você.

Namastê. May the force be with you. Sempre. Bjos.



Escrito por Dani Mel às 02h27
[ ] [ envie esta mensagem ]


Para todos os caras malas e suas cantadas sem noção... hahahahaha....   

 

HOMEM TELEMARKETING

A lei do menor esforço para te levar pra cama

O mesmo xaveco sem graça todo dia, toda semana

Uma folga surreal, tipo vamos ver se cola

Uma insistência fora do normal, quem sabe rola...

Atira pra todos os lados se fazendo de morto

Mas nunca sai da zona de conforto

Quer lucro sem esforço nenhum

Uma cara de pau fora do comum

Não tem paciência para a conquista

Que papo furado, volta pra pista...    

Quer tudo fácil, que eu me entregue de bandeja

Por um capricho, um desejo, uma cerveja...

Oooi, se fosse o caso, já teria rolado

Se eu quisesse já teria dado

Se enxerga, esse capricho tá ridículo

Você não precisa disso no currículo...

Acorda, se convence que não está arrasando

Se liga, que dessa vez não está colando

Parte pra outra, volta pra sua agenda

Sai de mim, volta pro mar oferenda

Não é doce da minha parte nem joguinho meu

Eu não tô afim, se você ainda não percebeu

Olha, até deve ter mulher que cai, mulher que ri

Me faz um favor, se dá o respeito e vaza daqui

Não tô aqui pra resolver fissura alheia

Não é culpa minha se você só pega mulher feia

O mundo mudou, mas eu não.

Sou a mesma que vai te deixar de novo na mão....



Escrito por Dani Mel às 17h02
[ ] [ envie esta mensagem ]


Bom, vamos ser justos?  Eu adoro dar... Pra quem merece, não pra quem fica com papinho furado.

Não tem essa de ser na primeira noite, ou na última. Depende do dia, do humor, do momento, da Lua, e principalmente, de estar afim...

Quer saber? Quanto menos príncipe o cara tentar parecer, maior a chance que ele tem de te comer. Falei.

 



Escrito por Dani Mel às 01h39
[ ] [ envie esta mensagem ]


Honrando o nome do blog!!!



Escrito por Dani Mel às 15h47
[ ] [ envie esta mensagem ]


Então, gente... Esses dias estava conversando com uma amiga e ela contou que uma amiga nossa em comum sai com um cara de vez em quando. Quando ele quer. Ele liga, muitas vezes no meio da madrugada, fala vem aqui e ela toma um táxi e vai... Tipo delivery... E depois se sente um lixo. Aí eu pergunto: essa mulherada tá carente num grau que precisa fazer isso?

 

Porque o caso aqui nem é sexo por sexo. Se fosse, tudo bem, cada um sabe o que faz.

O que pega pra mim é que os  caras alimentam uma história furada com umas desculpinhas de merda e as meninas acreditam. Depois caem na real, se arrependem. Até o cara ligar a próxima vez e começar tudo de novo...

Pra mim, esse tipo de cara tem um nome: HOMEM SATÉLITE

E o pior é que a menina não consegue falar o que pensa na cara dele. E fica com raiva de si mesma. Porque tem medo. Fica cheia de dedos com medo do cara sumir se ela cobrar alguma coisa. Então vai engolindo sapos. Ele fala que vai ligar e não liga. E a menina fica esperando, e, mesmo que diga que não, fica checando a cada 5 minutos o telefone pra ver se está mesmo funcionando. Desmarca todas as possibilidades de baladas com os amigos porque talvez vá sair com ele. E ele não liga. E ela fica esperando até altas horas da madrugada. Tadinho, ele deve ter se enrolado no trabalho.

Mulher, às vezes, é muito burra, né? As evidências todas ali e só ela não quer enxergar. Quando o cara realmente está afim, ele liga. Se ele se enrolou no trabalho, se desenrola pra te ver. E, se não conseguir se desenrolar, te liga fofo pedindo desculpas e avisando que vai se atrasar. Simples assim. Por que a gente não enfia na cabeça que se ele não ligou não é porque foi atropelado ou perdeu seu telefone? Foi porque ele não quis. Ponto. Simples assim.

O que é mais foda nesse tipo de cara, é que ele não te libera para ser feliz. Ele quer, de alguma maneira, te manter sob o domínio dele. Então quando te encontra é super fofo, carinhoso, não deixa claro que é só uma aventura. Fica te enrolando, falando que você é especial, mas não dá um passo além. Também não some de vez. Fica alimentando uma história com migalhas. É adepto da trepada de vez em quando. Quando ele está afim.

Aí quando ele sente que você está quase se libertando, te convida pra sair. E começa tudo de novo...

Acha que é o centro do universo e que o mundo gira ao redor dele, inclusive você.

Sinceramente? Melhor procurar outro sistema solar.

 

HOMEM SATÉLITE  - (PRETENSÃO DE SOL)


Queria ser o Sol, com os planetas em volta, à disposição

Se esquiva sem dó, inventando mentiras totalmente sem noção

Omite a verdade bancando o bonzinho, o bom coração

Alimentando uma história que acabou, só pra te ter na mão

 

Fala que não quer te ver sofrer

Mas é o que mais sabe fazer

Se enrola com cada desculpa esfarrapada...

Querendo mostrar que nunca tem culpa de nada

 

Uma mentira, uma carta sem selo

Um sonho feliz que virou pesadelo

Uma ilusão de amor perfeito

Tchaaau, você veio com defeito!

 

Faz o tipo discreto charmoso, interessante gostoso

O bom moço interessado, o misterioso descolado

Um come quieto todo errado que não quero do meu lado

Zé Mané disfarçado de príncipe encantado

 

Some sem te dar qualquer notícia

Nisso ele é especialista

E, quando muito, deixa um recado

Coitado, ele é muito ocupado

 

Uma mentira, uma carta sem selo

Um sonho feliz que virou pesadelo

Uma ilusão de amor perfeito

Tchaaau, você veio com defeito

 

No fundo você vive num vazio sem saída

Tapando buraco da sua alma perdida

Usando as pessoas pra curar tua solidão

O mundo não precisa de você, bonitão

 

Uma mentira, uma carta sem selo

Um sonho feliz que virou pesadelo

Uma ilusão de amor perfeito

Tchaaau, você veio com defeito                      

 

Uma ilusão de contos de fada

Sinceramente? Que puta roubada

Uma ilusão de amor infantil

Satélite, vai pra puta que pariu....


 



Escrito por Dani Mel às 21h34
[ ] [ envie esta mensagem ]


Se você pudesse escolher o emprego dos sonhos, como seria ele?

Que tal um programa numa rádio de rock transmitido também pela TV, junto com seus amigos, falando besteira, ouvindo música, tomando uns drinks de vez em quando, e entrevistando um monte de gente legal, chata, estranha e não ter que puxar o saco de ninguém?

E poder provocar, sacanear, rir, ser ácido, ser legal, ser você.

E ainda ser pago pra fazer isso?

Junte 3 pessoas completamente diferentes e veja no que dá. Foi isso que aconteceu na Rádio FX. Eu trabalhava como repórter na Rede TV! E me convidaram para apresentar um programa com o Marcelo Nova e o Ricardo Corte Real.

O Côrte já era meu amigo dos velhos tempos de Kiss FM. Agora o Marcelo, eu só conhecia de vista. Mesmo porque, o Camisa de Vênus nunca foi a minha banda de adolescência. O RPM sim era a minha banda favorita! Até hoje o Marcelo fica puto quando eu falo isso. Hahaha!!!

Bom, nas primeiras reuniões, eu pensava ”Gente como é que vai ser trabalhar com esse cara? Isso não vai dar certo...”

Mas deu. Muito mais do que a gente poderia imaginar. Nos tornamos grandes parceiros, amigos e cúmplices. Os ouvintes nos chamavam de Meninas Superpoderosas (Lindinha, Docinho e Florzinha), de cavaleiros do apocalipse e por aí vai.... A gente adorava. E lia os emails que mais nos detonavam. E fazia questão de responder. No ar.

Quando precisava falar sério, a gente falava sério, mas quando a esculhambação era permitida, aí a gente se divertia geral.

Era tudo, menos chapa branca. Porque o que a gente menos suporta é hipocrisia. Dava pra ser ácido, doce, crítico.

E a gente ainda se divertia pra caramba.

Esse programa que eu coloquei aqui foi um dos últimos que a gente fez. Uma sempre justa homenagem a Raul Seixas, com Kika e Vivian Seixas, ex-mulher e filha de Raul. Ficou rico, gostoso. E deu ainda mais saudade. Quer saber? Quem sabe a gente não volta um dia desses?? Será? Bjooo!!



Escrito por Dani Mel às 17h47
[ ] [ envie esta mensagem ]




Escrito por Dani Mel às 17h07
[ ] [ envie esta mensagem ]




Escrito por Dani Mel às 17h06
[ ] [ envie esta mensagem ]




Escrito por Dani Mel às 17h05
[ ] [ envie esta mensagem ]


 

Olha a situação de um amigo: Uma menina linda, gata, querendo ficar com ele. Dando mole direto, colando, fazendo marcação homem a homem, não deixando ele respirar. Ele estava fugindo dela. Ela até tinha chance, gata que era, mas estava muito ali, à disposição, e ele bodeou.

Ele disse que, na verdade estava apaixonado por uma outra garota. Que se declarou pra ele num primeiro momento. Depois sumiu. Depois ele quis beijá-la na festa de ano novo e ela não quis.  Depois ela falou que ia pensar no caso. Depois foi grossa. Depois ligou carinhosa pedindo desculpa... Depois foi embora. E deixou ele na saudade, na mão, babando...

Típica mulher quiabo... Adoooro!!! Conhece alguém assim??

MULHER QUIABO

A quiabo é o seguinte: você ignora, ela te adora, vc dá um pé, aí que ela te quer. Ela é super 171, xavequeira, enrolaaaada... Ela inventa um monte de história e você cai que nem um patinho. Aí achando que vai agradar, você dá um monte de flores e ela sai correndo de você...

Dá vontade de mandar ela pra p... pro inferno, mas ela é uma puta de uma gostosa!! 

Escorregadia, mas gostosa

Uma simpatia, ardilosa

Faz o tipo bonita, misteriosa

Esperta, atrevida, linda e mentirosa

Fingida e gostosa...

Interessante, interesseira

Sedutora e xavequeira

Vive jogando, dando esperança

Te ilude e você se derrete, faz o que ela pede, tudo que ela pede...

 Sempre sai pela tangente

Diz que dessa vez vai ser diferente

Abre o olho, meu amigo, cuidado

Ela é quiabo...     

Folgada, e bem resolvida

Manhosa e de bem com a vida

Às vezes travada, outras bem criativa

Você avança, e ela faz doce, cheia de pose

Você ignora, ela te adora

Você dá um pé, aí ela te quer

Não diz nem sim nem não

Muda de opinião

Acha que tem razão

E vive te deixando na mão, e te pisa no chão...

Sempre sai pela tangente

Diz que dessa vez vai ser diferente

Abre o olho, meu amigo, cuidado

Ela é quiabo...    

Se você souber entender

Ela vai te surpreender

Se você souber lidar

Ela vai te impressionar

Agora, se você vacilar

Ela vai te enrolar....


A poesia acabou virando um blues... Que tal?

De novo fiz um clipe tosco.

Vejam:

 

 

 



Escrito por Dani Mel às 17h58
[ ] [ envie esta mensagem ]




Escrito por Dani Mel às 17h23
[ ] [ envie esta mensagem ]